Rostos simétricos são mais bonitos?

por Mariana Ohde
Várias pesquisas recentes mostram a relação entre a simetria do rosto e a beleza. De acordo com a maioria delas, quanto mais simétrico um rosto, mais bonita é a pessoa.
Pesquisadores da Universidade de Stirling, no Reino Unido, por exemplo, afirmam que a beleza é maior em rostos regulares, sem grandes diferenças entre os dois lados. 

Como saber se um rosto é regular? Essa mesma pesquisa afirma que a simetria reforça a feminilidade ou a masculinidade dos rostos. Assim, nas mulheres, rostos muito femininos seriam também muito simétricos. E o mesmo acontece com os homens.
O estudo foi realizado com pessoas de várias culturas e até com animais, que parecem seguir o mesmo padrão de características. Utilizando rostos de europeus, africanos e de uma espécie de macacos, os cientistas criaram rostos com diferentes graus de simetria e então pediram que estudantes universitários escolhessem as faces mais femininas e masculinas. Em 70% dos casos, os estudantes escolheram como o mais feminino ou masculino os rostos com maior simetria. O resultado alcançado pelos pesquisadores foi publicado na revista científica PLoS One.

Cientistas também propõem que indivíduos com uma boa genética e corpos saudáveis são mais simétricos, uma vez que vários problemas de saúde e defeitos genéticos podem causar assimetria. Por isso, as mulheres teriam tendência a preferir homens com rostos másculos, que garantiriam bons genes aos filhos, principalmente durante o período fértil.

A simetria do rosto e do corpo parece ser um bom presságio tanto em questões estéticas quanto de saúde. Mas ao ler sobre pesquisas como essa, uma pergunta certamente vem à mente: será que o meu rosto é simétrico?

O site Muggum (http://www.muggum.com/) disponibiliza um aplicativo para iPhone e iPod Touch para quem deseja saciar essa dúvida. O programa mostra como o rosto do usuário seria se a simetria fosse perfeita, dando duas imagens, uma para a face esquerda e outra para a direita. A boa notícia é que o aplicativo prova que, nem sempre, seríamos mais bonitos se fôssemos totalmente simétricos. 
 


Envie por email

Cadastre-se ou faça login para comentar.